Jaime Alem recebe convidados no Rio de Janeiro

Em entrevista ao blog, maestro fala sobre o novo show

Neste sábado de feriadão prolongado, uma boa dica musical para quem ficou na cidade é conferir o show de Jaime Alem (foto) no Armazém Digital, no Rio Design Leblon. O maestro, que há 25 anos acompanha a cantora Maria Bethânia, desde 2005 não se apresenta em formato solo – seu último espetáculo foi “Provérbios de Mar e de Lua”, em parceria com Nair Cândia – desta vez reuniu um time de amigos para saudar, com ele, a (boa) música brasileira, em “Jaime Alem e convidados”.

Por e-mail, Jaime Alem conversou com o blog, e contou um pouco sobre o que está preparando para a noite de amanhã. Confira:

Música e Letra: Jaime, qual será a concepção deste novo show?
Jaime Alem: Tudo muito simples: uma mostragem das coisas que ando fazendo, alguns números instrumentais, composições novas, parte do show com a Nair etc.

Música e Letra: E o repertório? composições próprias, de outros compositores ou um pouco dos dois?
Jaime Alem: Um pouco dos dois, arranjos para canções de autores que eu admiro, Jobim, Edu Lobo, músicos que ajudaram na minha formação; mostrar também alguns desconhecidos como Deo Lopes, que faz uma música tão popular quanto bem humorada.

Música e Letra: E os convidados? você pode revelar quais são ou é surpresa?
Jaime Alem: Sem surpresas, irão meus principais companheiros músicos, que sem eles,com certeza, o Jaime seria metade (Nair Cândia – voz; João Coutinho – piano; Marcus de Oliveira – cello; Rômulo Gomes – baixo; Reginaldo Vargas e Reges Gonçalves – percussão).

Música e Letra: Há tanto tempo na estrada da música, tendo estudado com Guerra Peixe, passado pelo circuito universitário, dividido o palco com grandes nomes e sendo maestro de um mito da música brasileira – Maria Bethânia – como você vê o atual cenário da MPB?
Jaime Alem: É muito complexa a resposta para esta pergunta, mas, generalizando, é uma transição. As coisas boas ainda estão na periferia e a grande indústria, por sua vez, não atina com nada. Salvo a Biscoito Fino, que já podemos considerar grande, nenhuma gravadora está disposta a arriscar. Resta então a música fácil e descartável. Eu, como consumidor de música brasileira, estou num regime de emagrecer que dói. Mas sempre tem o samba, que é um ótimo alimento.

Música e Letra: Falando em nomes importantes, há dois dias você estava junto com Bethânia e Luiz Melodia no show beneficente que aconteceu no Vivo Rio, em prol da ONG “A força do bem“, comandada pela atriz Isabel Fillardis. Fale um pouco sobre este encontro inédito, e sobre iniciativas como esta, que proporcionam auxílio a tantas pessoas necessitadas.
Jaime Alem: Foi bacana. A Bethânia sempre participa destas frentes, shows beneficentes e congêneres. Acho que os artistas tem um papel importante na sociedade e com sua generosidade contribuem para um mundo melhor. Emociona e mobiliza. O Luiz Melodia é um grande artista, por quem a Bethânia (e todos nós) tem um grande carinho. Para mim é uma honra fazer parte desta história.

Música e Letra: Pra terminar, deixo o espaço aberto para você mandar uma mensagem aos leitores, falar sobre novos projetos, enfim, o que quiser. É com você.
Jaime Alem: Neste ano eu tenho a perspectiva de me atirar um pouco mais, mostrar composições novas, fazer um ou dois cds e shows. Tenho recebido muito incentivo para isso, inclusive pedem que eu cante mais. Quem sabe?
Para os leitores eu deixo meu beijo e os desejos de muito boa música sempre. Valeu!

SERVIÇO – Show “Jaime Alem e convidados”
Local: Armazém Digital – Rio Design Leblon
17 de novembro de 2007, sábado, às 21 horas
Avenida Ataulfo de Paiva, 270 – subsolo
Ingressos: R$ 20
Mais informações: (21) 2274-5999

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *