Categorias
Lançamentos

Novas flores no jardim musical de Guilherme Arantes

Músico volta ao disco com “Lótus”, seu 24º álbum
Guilherme ArantesGuilherme Arantes está de disco novo. Após quase cinco anos sem gravar, o cantor e compositor quebra o silêncio com um novo álbum, chamado Lótus. A exemplo de trabalhos recentes de outros colegas, o cantor e compositor segue a trilha independente do mercado fonográfico, em doze faixas que compõem o primeiro lançamento do selo Coaxo do sapo, criado por ele, e que chega às lojas com distribuição da Som Livre.

Hitmaker consagrado há três décadas, o autor de Amanhã (1978), Cheia de charme (1985) e Sob o efeito de um olhar (1991), entre outros incontáveis sucessos – Guilherme Arantes preparou esta nova safra entre 2003 e 2006, com toda a calma e sem qualquer pressão de gravadoras. O resultado é a qualidade, perceptível do início ao fim.

Abrindo o CD, Um grão de amor dá a dica do que vêm por aí: melodias envolventes e letras bem articuladas, como Disque sim, parceria com Max Viana, e Cena de cinema, um dos pontos altos do álbum. Com uma batida irresistível, esta, inclusive, volta no fim do disco em uma versão extendida: um ousado rap em tributo a grandes nomes da história mundial, perseguidos pela discriminação ou sua luta contra o preconceito racial. Na lista, nomes como Martin Luther King, Muhammed Ali, Stevie Wonder, Milton Nascimento, Tim Maia e Ray Charles, entre outros ídolos de Guilherme Arantes reverenciados ao longo da letra.

O novo CD de Guilherme Arantes, “Lótus”

As baladas também estão de volta: Por todo canto, Blue moon pra sempre e Carta de gratidão, com Guilherme Arantes comparecendo devidamente acompanhado por seu piano Steinway, um símbolo de sua trajetória musical.

Com o amigo e compadre Nelson Motta – parceiro de Guilherme Arantes em Coisas do Brasil (1986) e Marina no ar (1987) – surgiram duas novas composições: as bossanovistas Verão de 59 (uma homenagem a João Gilberto e seu clássico LP Chega de saudade, marco da bossa nova que completa 50 anos em agosto) e Vaivem (amor de carnaval), que, entre seus versos, sintetiza bem as paixões vividas durante o período da folia: ”Você vai e vem / e eu venho e vou / Não faz mal, afinal / Carnaval é assim / ninguém é de ninguém / É um amor que vai / Outro amor que vem”.

Salvador: musa inspiradora desta nova fase
Guilherme ArantesEm 2000, o coração paulista de Guilherme Arantes trocou a correria do eixo Rio-São Paulo pela tranqüilidade de Salvador. O novo estilo de vida se reflete nas obras e conquistas do músico neste novo milênio: a criação do Instituto Planeta Água, em prol da proteção do meio-ambiente, do estúdio Coaxo do Sapo e, é claro, deste Lótus.

E em Salvador, primavera e outono, Guilherme faz um passeio pela orla, indo de Campo Grande a Sauípe, passando por Itapoã, Piatã e Pituba, revelando “um sonho pra viver”: “Minha morada é Salvador / minha namorada é Salvador / a luz azulada é Salvador / fora de temporada em Salvador”.

Lótus também traz uma versão remix de Verão de 59, e a instrumental North Shore. E é, disparado, o melhor disco de Guilherme Arantes nos últimos 20 anos. Imperdível.

Confira a relação de ganhadores dos ingressos para o show de Guilherme Arantes em São Paulo, e dos CD’s Lótus

6 respostas em “Novas flores no jardim musical de Guilherme Arantes”

Sou fã nº 1 do Guilherme Arantes, a imagem de um Piano e um rapaz lindo… caminhando… me tocou profundamente!
Desde esse dia, acompanho a sua carreira. Todas as músicas de Guilherme Arantes fizeram e fazem parte dos capítulos da minha vida.
Que esta nova fase lhe traga muita sorte, e que o público mais jovem, possa conhecer e reconhecer esse grande compositor e intérprete da MPB.
Ele fez muita falta, para nós seus fãs.
Beijos, Solange Gastalho

Foi em 1976 a os 11 anos de idade que ouvi pela primeira vez a cançâo a cidade e a néblina, me apaixonei de cara! nâo tive dúvidas, logo comprei o disco, e descobri no seu conteúdo uma verdadeira obra-prima, desde entâo aconpanho a carreira desse, músico, compositor, arranjadore interpprete maravilhoso. Guilherme, você é uma verdadeira máquina de criar beleza, sou seu fâ incondicional.

Tudo certo…!!! Seu último CD está IRÀÀÀÀÀDO…!!! :). Não sabia que VC gosta de RAP, a música Cena de Cinema foi produzida com as batidas do Rapper Ice Cube, mas enfim um GRANDE ABRAÇO, e com as suas canções eu consigo vez ou outra encontrar minha AURA de amor para com todos. VALEÙÙÙÙÙ…!!! espero t encontrar em outra encarnação :).

Sempre vale a pena esperar por um novo lançamento musical de Guilherme Arantes.
Nos sentimos divinamente recompensados pela espera, pois ao apreciar o trabalho é como se fosse o nascimento de mais um filho que acaba por pertencer à todos nós…
Não há restrições, é tudo perfeito, tudo tem o seu porque, a sua objetividade, o seu carisma, o seu "alvo".
Nada se descarta, as composições se desnudam, pouco a pouco, acorde por acorde e vão se "encaixando" perfeitamente em nossos corações, preenchendo totalmente as lacunas de acordo com a sensibilidade de cada um.
Melodias irresistíveis e letras incomparáveis que tocam até o ser mais insensível e ainda mais, ficam prá sempre,assim como o sabor do bom vinho que se acentua e se torna cada vez mais completo,saboroso,inebriante…
Não me canso de procurar palavras para elogiar este ser tão especial que nos faz tanto bem…
DEUS O CONSERVE COM TODA A SUA ORIGINALIDADE E PERSONALIDADE!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *