Menu Close

O mundo de Guilherme Arantes

Fita Cassete Guilherme Arantes 1976O ano era 1976. Na TV, o romance da babá Nice (Susana Vieira) e o jovem e bem-sucedido Rodrigo (José Wilker) na novela “Anjo mau”, de Cassiano Gabus Mendes (1929-1993) é embalado pela música de um jovem pianista cabeludo que surgia no cenário musical.

Seu nome: Guilherme Arantes, e a balada certamente você já adivinhou: era “Meu mundo e nada mais”.

Em seu primeiro LP (ou K7, que você vê aí na foto acima), lançado pela Som Livre, o paulistano Guilherme Arantes apresentava ao público 10 canções, sendo que pelo menos 5 caíram no gosto popular. Umas mais, outras menos, mas que rapidamente deixaram sua marca na história da MPB: “Cuide-se bem”, “A cidade e a neblina”, “Águas passadas”, “Nave errante” e “Meu mundo e nada mais”, que fechava o lado B do disco intitulado apenas como “Guilherme Arantes”.

De lá pra cá, três décadas se passaram, e Guilherme colecionou outras dezenas de sucessos, além de se debruçar na questão ambiental, através de sua fundação, que leva o nome de um de seus grandes hits: Planeta Água.

Salve, Guilherme!

1 Comment

Deixe um comentário para PLANETA GUILHERME ARANTES FÃ CLUBE Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.