Menu Close

15 anos sem Renato. Sem Renato?

Dias atrás – mais precisamente 29 de setembro de 2011 – o Palco Mundo do Rock in Rio recebeu o “Concerto Sinfônico Legião Urbana”, promovendo o encontro da Orquestra Sinfônica Brasileira com os integrantes remanescentes da Legião, Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos. Há tempos não via uma comoção tão grande em um show: foi incrível ver cem mil pessoas cantando as músicas da banda. A apresentação contou ainda com a presença de convidados – Pitty, Dinho Ouro Preto, Toni Platão, Rogério Flausino e Herbert Vianna – relembrando clássicos como Pais e filhos, Tempo perdido e Será.

O show foi curto: cerca de 50 minutos, mas não menos emocionante. Uma homenagem e tanto à Renato que, junto com Marcelo e Dado, não chegou a participar de uma edição do Rock in Rio. Curiosamente, junto a mim em meio aquela plateia gigantesca, havia uma legião de jovens que eram bebês em 1996, ou seja: não viveram aquele tempo. Em especial, havia uma garota de 17 anos, que veio do Paraná com os pais especialmente para o Concerto. Louca pela Legião Urbana, ela cantava, gritava, chorava e levantava faixas com frases como “Força sempre”,um dos símbolos dos discos da banda.

Surpreso, perguntei a ela como ela conheceu a Legião, pensando que fosse por influência dos pais. Recebi a negativa: “Meus pais não gostavam da Legião. Conheci através do meu irmão, que gostava um pouco, e quando ouvi pela primeira vez adorei e então fui descobrindo as músicas e comecei a ouvir, ouvir…”.

Acho que Renato iria gostar de bater um papo com aquela Paranaense, que nem chegou a me dizer seu nome: quando o show acabou, ela havia desaparecido. E eu que, assim como ela e muitas centenas de pessoas presentes, choraram durante todo o Concerto ao ouvir aquelas canções e ver nos telões imagens dos anos 80 e 90 como se fossem um filme das nossas vidas, fiquei feliz em constatar que, apesar do tempo passar (e muitas vezes ser implacável com a memória de gênios e mitos, fazendo com que eles sejam esquecidos) está sendo generoso com a memória de Renato Russo, cada vez mais vivo.

Mais fotos do Concerto:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.