Menu Close

CD reúne temas de Lulu Santos em novelas da Rede Globo

Na cola da inclusão de De repente Califórnia na segunda trilha da novela Três Irmãs, da Rede Globo, a Som Livre lança mais uma coletânea de Lulu Santos, desta vez dentro da série Novelas.

O CD reúne 14 temas, que vão de canções do início de sua carreira, como Adivinha o quê (1983) e Certas coisas (1984) até outras mais recentes, como Já é, de 2003.

Montar uma seleção de repertório de sucessos de Lulu Santos é fácil, extremamente fácil, afinal, o músico carioca sabe como ninguém fabricar um hit, apesar de há tempos não emplacar um daqueles “arrasa quarteirão”, como Casa ou Toda forma de amor. Mas isso não importa: o disco começa animado, com a super dançante Assim caminha a humanidade, que durante quatro anos (1995-1999) foi o tema de abertura de Malhação; da mesma novela estão Aviso aos navegantes (1996) e Vale de lágrimas, do álbum Letra e Música, de 2005.

De outras tramas estão Um pro outro, de Brega & Chique (1987) e Lua de mel, canção de 1984 que fez parte de Sassaricando, três anos mais tarde. Sereia, originalmente gravada por Fafá de Belém para o infantil Plunct Plact Zumm em 1983, reaparece aqui, na voz de seu autor, em um dos temas de A próxima vítima , de 1995, além de A Cura, de Fera Radical (1988) e dois temas que fizeram parte de remakes de grandes folhetins de Janete Clair: Tudo bem, sucesso que só esteve presente no LP da segunda versão de Selva de Pedra, em 1986, além de Sábado à noite, do repertório do grupo Cidade Negra, com Lulu Santos como convidado especial.

O único problema – se é que realmente pode ser considerado um – é que outros temas igualmente interessantes ficaram de fora, como Tesouros da Juventude, de O amor é nosso! (1981), Tempos modernos , de Sol de verão, novela de Manoel Carlos de 1982, e Como uma onda (Zen-surfismo), presente na abertura da novela de mesmo nome, em 2004.

Outro tema de Malhação, ainda em 1995, a releitura de Fullgás, de Marina Lima e Antônio Cícero, também foi descartada, assim como a primeira música de Lulu Santos que foi parar na telinha: Melô de amor, quando ele, ainda contratado da Som Livre para escolher músicas para trilhas, inseriu a sua própria canção no repertório de Plumas & Paetês (1980) , assinando apenas como Luiz Maurício. Mas esta faz parte de uma outra coletânea da Som Livre, Perfil, lançada há quatro anos.

Confira a lista de faixas:

Asssim Caminha a Humanidade (Lulu Santos) – Malhação, 2005
Dancin’ Days (Nelson Motta / Ruban) – Salsa e Merengue, 1996
Sábado à Noite (Lulu Santos) – Pecado Capital, 1998
De Repente Califórnia (Lulu Santos & Nelson Motta) – Três Irmãs , 2009
Adivinha o Quê? (Lulu Santos) – Guerra dos Sexos, 1983
Um pro Outro (Lulu Santos) – Brega e Chique, 1987
Já é (Lulu Santos) – Agora é que São Elas, 2003
Aviso aos Navegantes (Lulu Santos) – Malhação, 1996
A Cura (Lulu Santos) – Fera Radical, 1988
Tudo Bem (Lulu Santos) – Selva de Pedra, 1986
Vale de Lágrimas (Lulu Santos) – Malhação, 2006
Certas Coisas (Lulu Santos & Nelson Motta) – Vereda Tropical, 1984
Sereia (Lulu Santos & Nelson Motta) – A Próxima Vítima, 1995
Lua de Mel (Lulu Santos) – Sassaricando, 1987

2 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.