Ritchie em 1983, na época do lançamento do LP "Voo de Coração"
Ritchie em 1983, na época do lançamento do LP “Voo de Coração”

“Meia noite no meu quarto
Ela vai subir
Ouço passos na escada
Vejo a porta abrir…”

Os versos de Menina Veneno, composição de Ritchie e Bernardo Vilhena, foram dos mais executados ao longo aquele distante ano de 1983. Durante meses, o 1º álbum do inglês que, desde 1972, adotou o Brasil como lar, figurou entre os mais vendidos, concorrendo até mesmo com o imbatível LP anual do “Rei” Roberto Carlos.

Já no primeiro disco, lançado em 24 de junho de 1983 (foto), Ritchie dava início a uma parceria que rendeu uma seqüência de outros sucessos: a presença de suas canções em trilhas de novelas. Menina Veneno foi a primeira: era um dos principais temas da novela “Pão pão, beijo beijo”. Casanova saiu do mesmo disco para a abertura da novela “Champagne”, de Cassiano Gabus Mendes:

“Boa noite Rainha, como vai?
Sou o seu coringa, o seu ás
Luvas de couro, meias de seda brilham ao luar
Eu vivo mesmo de smoking, vamos dançar
Boa noite, como vai…”

O compacto que trazia A vida tem dessas coisas foi o mais vendido do ano. A faixa-título, Voo de coração, foi regravada em 1997 por Lulu Santos (parceiro de Ritchie nos anos 70 no grupo Vímana) no obscuro CD Liga Lá (BMG), com participação do cantor e compositor.

Relançado pela Sony em 2001 no formato CD, Voo de coração ganhou uma edição comemorativa de 25 anos em 2008 (foto, acima), com a inclusão de faixas-bônus e encarte comentado pelo próprio Ritchie. Um clássico indispensável.

Músicas:

No Olhar
A Vida Tem Dessas Coisas
Voo de Coração
Casanova
Menina Veneno
Preço do Prazer
Pelo Interfone
A Carta (The Letter)
Parabéns Pra Você
Tudo Que Eu Quero (Tranqüilo)

Uma produção Vinyl

Leia também: Entrevista com Ritchie