Menu Close

Estrela da televisão e da música, Hebe Camargo parte aos 83 anos

Hebe CamargoO Brasil recebeu uma triste notícia neste sábado, 29 de setembro: a apresentadora Hebe Camargo foi encontrada morta em sua casa, em São Paulo, por volta das dez da manhã.

Vítima de uma parada cardiorrespiratória, Hebe Maria Monteiro de Camargo Ravagnani – que esta semana havia acertado seu retorno ao SBT, após uma breve passagem pela Rede TV! – escreveu sua história na memória da TV e da música brasileira. Em 1950, como cantora, lançou seu primeiro disco, e permaneceu no ofício até meados da década de 1960, quando passou a dedicar-se somente ao ofício de apresentadora de TV.


Hebe e Rita Lee em 1997, protagonizando o primeiro selinho da apresentadora na TV

Por seus programas – nas Redes Record, Bandeirantes, SBT e Rede TV! – passaram mais de 6.000 entrevistados, que contavam histórias em seu tradicional sofá. Uma das marcas registradas de Hebe era o famoso “selinho”, uma brincadeira iniciada pela cantora e compositora Rita Lee em 1997 (foto), e que virou um hábito frequente entre a apresentadora e seus convidados. Seu cenário foi palco de momentos inesquecíveis da música brasileira, como o encontro de Chico Buarque e Donga, ainda nos anos 60, cantando “Pelo telefone”:

No final dos anos 1990, Hebe voltou a cantar, lançando os CDs “Pra Você” (1998), “Como é grande o meu amor por vocês” (2001), “Hebe mulher” (2010) e o DVD “Hebe Mulher e Amigos”, em 2011, além de participar do show coletivo “Elas cantam Roberto Carlos”, em 2009, interpretando “Você não sabe”:

Sorridente, irreverente, moderna e contemporânea, Hebe Camargo tem lugar cativo no coração dos brasileiros. Linda de viver, Hebe Camargo é uma gracinha que fará muita falta por aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.