Menu Close

Roberto Carlos: Eu daria a minha vida

Hoje trazemos um raro compacto duplo do Rei Roberto Carlos, lançado em 1975.

O pequeno disco (que, nos dias de hoje, seria chamado de single) reunia canções que RC lançou de forma avulsa, como intérprete, e que ficaram de fora de seus tradicionais álbuns anuais.

Abrindo o lado A, Roberto canta Eu daria a minha vida, composição de Martinha, carinhosamente apelidada por Roberto e Erasmo como “Queijinho de Minas”.
Neste disco, destaque para os igualmente raros momentos em que Roberto Carlos se aventurou na seara do samba, com Ai que saudades da Amélia, de Ataulpho Alves e Mário Lago, e Maria, carnaval e cinzas, de Luiz Carlos Paraná.

No lado B, Canzone per te, canção de Sergio Endrigo e Sergio Bardotti que fez Roberto Carlos vencer o Festival de San Remo, em 1968. Falando nisso, este compacto é uma prévia do LP que a CBS lançaria no ano seguinte, reunindo todas as canções lançadas em compactos e na série As 14 mais. O título? San Remo 1968.

(Foto da capa: Armando Canuto)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.