Na primavera de 1980 chegava às lojas de todo o Brasil o histórico LP “Rita Lee”. Segundo volume da parceria com Roberto de Carvalho, o disco era a consagração da dupla dinâmica Rita & Roberto, parceiros de música e vida.

Apesar de não ter título oficial, o LP é conhecido como Lança Perfume, nome da faixa que abre o disco, que imediatamente se transformou no clássico entre os clássicos de Rita Lee e Roberto de Carvalho. Lança Perfume ultrapassou todas as fronteiras da música: invadiu as rádios, vitrolas, discotecas, pistas de dança, virou paixão nacional. E internacional, chegando ao topo das paradas de sucesso na França, invadindo a Billboard e pipocando em vários países da Europa e América Latina.

Na mesma trilha vitoriosa de Lança Perfume surgiram outros megahits: Baila Comigo, Nem luxo nem lixo, Caso Sério, Ôrra meu (uma bem-humorada brincadeira com o perfil do roqueiro brasileiro daqueles tempos), Bem-me-quer, João Ninguém (uma sátira com João Araújo, pai de Cazuza que, na época, era presidente da Som Livre) e Shangrilá, canção que cita partes da letra de Bad Trip, música gravada por Rita com Lúcia Turnbull nos anos 70 para o disco Tutti Frutti, que nunca foi lançado.

Falando em Shangrilá, Maria Bethânia incluiu em seu repertório, em 1982, um pot-pourri de Baila Comigo e Shangrilá, revisitado pela abelha rainha no show, CD e DVD Maricotinha ao vivo, de 2002.

Lançado pela Som Livre em 1980, o álbum passou a ser propriedade da EMI em 1991, quando a gravadora comprou os direitos sobre os fonogramas dos discos lançados por Rita Lee entre 1975 e 1985. Ganhou formato CD em 1995, com o lançamento da Rita Lee Collection, e reeditado em 2006 no formato digipack. Com a aquisição da EMI pela Universal, voltou a ser reeditado em 2015, dentro do box Rita Lee.

Músicas:

Lança perfume (Roberto de Carvalho e Rita Lee)
Bem-me-quer (Roberto de Carvalho e Rita Lee)
Baila Comigo (Rita Lee)
Shangrilá (Roberto de Carvalho e Rita Lee)
Caso Sério (Roberto de Carvalho e Rita Lee)
Nem luxo nem lixo (Roberto de Carvalho e Rita Lee)
João Ninguém (Roberto de Carvalho e Rita Lee)
Ôrra Meu (Rita Lee)

Produzido por Guto Graça Mello