Lançamentos

17 anos depois, será que alguém ainda se interessa por Guns N’ Roses?


No próximo dia 23, acontece o lançamento mundial de Chinese Democracy (foto), primeiro álbum de inéditas do Guns N’ Roses desde… 1991. O novo CD, que será oferecido também em formato digital, chega a público como “o mais aguardado de todos os tempos”, visto que levou 14 anos para ficar pronto. Tanto tempo assim fez com que, da formação original, só sobrasse o vocalista, Axl Rose, que divide a produção do disco com Caram Costanzo.

No Brasil, as 14 faixas de Chinese chegarão às lojas pela Universal Music, em parceria com a gravadora Arsenal Music. Entre as canções, além da faixa-título, duas outras faixas já chegaram aos ouvidos dos fãs da banda: Shackler’s Revenge faz parte do game Rock Band 2, e If the World está na trilha do filme Body of Lies.

Há exatos 15 anos o Guns N’ Roses não lança um CD: o último, The Spaghetti Incident?, de 1993, reunia uma série de covers, e, já naquela época, não fez a metade do sucesso de seu antecessor, o brilhante álbum duplo Use your illusion, volumes I e II. De lá para cá, muita coisa mudou: a indústria fonográfica quebrou, os computadores invadiram as residências, a internet se popularizou, o MP3 foi inventado e os fãs envelheceram, assim como Axl, hoje com 46 anos.

Sendo assim, a pergunta que não quer calar é: será que, depois de uma década e meia, alguém ainda se interessa pelo som do grupo?

Assista ao vídeo promocional de lançamento do álbum:

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *